Vantagens do treinamento de simulação em dissecção endoscópica da submucosa (ESD)

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Fonte: blog CAE Healthcare


Do ponto de vista de segurança e eficácia, o treinamento de simulação pode capacitar o aluno a aprender os princípios básicos da dissecção endoscópica da submucosa (ESD) em um ambiente seguro, controlado e supervisionado antes de lidar com pacientes reais.*

A ESD é uma técnica cirúrgica padrão que usa a endoscopia para tratar e/ou remover tumores, lesões e adenomas da mucosa e gastrointestinais não invasivos – todos os quais são frequentemente precursores do câncer no trato gastrointestinal. Embora amplamente reconhecida como um procedimento médico complexo, a ESD é uma técnica endoscópica altamente benéfica e minimamente invasiva. Na verdade, sua alta taxa de sucesso na ressecção curativa em bloco obrigou mais endoscopistas ocidentais a adotar a ESD como um método de procedimento viável.

No entanto, devido à sua curva de aprendizado plana (o domínio deste procedimento endoscópico avançado requer um longo período de treinamento e exige uma experiência considerável para os profissionais desenvolverem proficiência), a prática em seres humanos gera vários graus de risco ao paciente. Diante disso, o treinamento de simulação em ESD pode ser a abordagem mais vantajosa para adquirir competência em relação ao procedimento, expandindo a implementação da prática clínica e reduzindo o número de complicações ao paciente.

Treinamento ESD por meio de simulação com CAE Healthcare

O simulador de endoscopia CAE EndoVR da CAE Healthcare possui um módulo de dissecção endoscópica da submucosa.

Projetado para ser um simulador de alta fidelidade avançado para treinamento de qualidade em procedimentos do trato gastrointestinal superior, o módulo de dissecção endoscópica da submucosa capacita os alunos com o desenvolvimento de habilidades essenciais.

Este módulo possibilita que praticantes menos experientes e experientes em endoscopia pratiquem por meio de uma tecnologia inovadora de treinamento e baseada em evidências, incluindo:

  • Anatomia virtual para visualização imersiva e aprimorada
  • Feedback tátil superior para experiências realistas de aprendizagem 
  • Métricas quantitativas e ferramentas de avaliação para todas as fases do treinamento

CAE EndoVR, o primeiro simulador de endoscopia a ter um módulo ESD avançado de realidade virtual, fornece um ambiente mais seguro de prática para adquirir domínio em técnicas desafiadoras.

O módulo ESD também oferecerá aos residentes em treinamento as vantagens de um treinamento ilimitado e sem riscos em marcação, injeção, corte e dissecção.

A exposição realista a cenários de tratamento de complicações (sangramento, perfuração, etc.) também é um grande benefício deste simulador endoscópico.

* “Curva de Aprendizagem da Dissecção Submucosa Endoscópica (ESD) em um Ambiente Experimental Estabelecido” Masayuki Kato, MD PhD, Yunho Jung, MD, Mark A Gromski, MD, Jongchan Lee, MD, Navaneel Biswas, MD, Chuttani Ram, MD, Kai Matthes, MD PhD. Beth Israel Deaconess Medical Center, Harvard Medical School, Boston, MA

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *