Crianças em casa: vamos brincar?

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
foto de Miryam Pelosi abraçada a sua boneca Blu
Miryam Pelosi e a boneca Blu

Em tempos de isolamento social, muitos pais se encontram no desafio de entreter os filhos dentro de casa. O canal Manual da Brincadeira para Pais e Educadores, idealizado por Miryam Pelosi, Terapeuta Ocupacional, psicopedagoga e Doutora em Educação, é uma excelente ferramenta para os pais resgatarem o ‘brincar junto’, ao invés de manterem os filhos entretidos apenas com a tecnologia de dispositivos e celulares, como acontece frequentemente nos dias de hoje. 

“A tecnologia trouxe benefícios incríveis para a sociedade e para as crianças, em particular, pois possibilita pesquisas instantâneas e amplia a possibilidade de comunicação, mas não pode ser a única forma de lazer na rotina da criança. Quando isso acontece, é prejudicial”, diz a especialista.

Segundo ela, “brincar é a principal ocupação e foco de interesse da criança, e por meio dessa ação ela desenvolve as habilidades motoras, cognitivas, sociais e de linguagem. Os pais entendem isso intuitivamente e, de forma geral, se preocupam em que as brincadeiras de seus filhos sejam educativas, tanto quanto divertidas. Mas a maioria dos pais não têm formação pedagógica e precisam de uma pequena ajuda para aproveitarem ao máximo essa oportunidade. Dessas solicitações de ajuda de como brincar de maneira educativa e divertida é que surgiu a ideia do Manual da Brincadeira”.

Dessa forma, o objetivo é que, de forma lúdica e prazerosa, os vídeos do canal ajudem os pais e educadores no desenvolvimento das crianças com atividades sugeridas, que envolvem brinquedos, jogos e livros selecionados por Miryam. “É muito importante que os pais brinquem com seus filhos sempre! Não é preciso muito tempo de brincadeira a cada dia. É fundamental estabelecer uma rotina para que sempre haja momentos de atividades divertidas. Cada família, dependendo da idade e interesses da criança vai descobrir as atividades mais prazerosas para esses momentos. É muito gostoso brincar com um jogo em família, ou sentar com a criança no chão e entrar em seu mundo de fantasia. Ler uma história ou assistir um desenho juntos. As crianças e os pais vão adorar!”, explica.

O canal traz ainda o quadro “Brincando com historinhas”, que tem o objetivo resgatar o ‘contar histórias’ aos filhos. “Ler histórias para as crianças é uma delícia, mas é importante envolvê-las nessa leitura. Nos vídeos do canal dou várias dicas de como manter o interesse e ampliar a participação das crianças. Os pais podem apoiar a leitura com imagens do próprio livro ou personagens e um cenário. Outra ideia é fazer perguntas para a criança no meio da história, mantendo sua atenção e valorizando sua opinião. É muito bacana, também, deixar a criança fazer as falas de um dos personagens ou criar dinâmicas em que ela invente outro final ou conte a história do seu jeito”.

Futuramente, o canal terá vídeos dedicados ao desenvolvimento da Comunicação Suplementar Alternativa, mostrará diferentes possibilidades de acesso ao computador, entre outros temas. “De qualquer maneira, os vídeos lançados no canal Manual da Brincadeira já contemplam todas as crianças, pois as brincadeiras são apresentadas em etapas, de acordo com os níveis crescentes de dificuldade. A minha recomendação é que as famílias de crianças com necessidades específicas não sejam rigorosas com relação à faixa etária sugerida nos vídeos. Além disso, elas podem ajustar o tempo necessário para que a criança internalize os conceitos de uma atividade, antes de passar para a próxima”, orienta Miryam.

Que tal já começar uma brincadeira hoje mesmo com os seus filhos? Inscreva-se no canal Manual da Brincadeira e ative as notificações para receber todas as novidades!

Um dos vídeos do canal Manual da Brincadeira para pais e educadores

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *