Empregando as melhores práticas no treinamento de simulação em equipe

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
fonte: blog CAE Healthcare
Equipe médica treinando em simulador de paciente
Equipe médica treinando em simulador de paciente

Do cumprimento de listas de verificação cirúrgicas ao engajamento na comunicação  interprofissional da equipe, a colaboração e a dedicação à melhoria contínua do processo são importantes para garantir a segurança do paciente e o atendimento ideal.

O treinamento do trabalho em equipe na área da saúde tem capacidade significativa para influenciar e melhorar positivamente os resultados dos pacientes. Além disso, a simulação prova ser uma ferramenta poderosa que possibilita um processo contínuo de aprimoramento e tem influência positiva na competência clínica e na segurança do paciente.

Vantagens da simulação para melhorar o desempenho da equipe de assistência médica

A vantagem da simulação como uma poderosa metodologia para melhoria contínua da qualidade e do processo é evidente em ocupações de alto estresse e dentro de indústrias onde a alta confiabilidade é uma preocupação prioritária (pense em aviação, instalações nucleares, combate a incêndios florestais). Na área da saúde, o treinamento baseado em simulação oferece vastas oportunidades para os clínicos se envolverem em práticas repetidas e deliberadas, que provam ser de um benefício enorme.

Ao aprender em um ambiente livre de riscos, os erros podem ser cometidos sem danos potenciais aos pacientes e os comportamentos podem ser ajustados de acordo com o desenvolvimento da proficiência e domínio das habilidades. O treinamento em simulação oferece uma oportunidade inestimável para os alunos de saúde aplicarem a teoria para praticar e treinar procedimentos e técnicas às quais eles não teriam acesso – tudo sem arriscar a segurança do paciente (ou seja, durante situações de emergência, como a reanimação).

O atendimento eficaz ao paciente depende muito da cooperação e colaboração entre indivíduos de equipes médicas e, com frequência, de diferentes origens em termos de treinamento e experiência.

Portanto, comunicação clara, objetivos específicos e interação simplificada são essenciais para garantir que todos os protocolos e processos necessários sejam respeitados para melhorar a segurança do paciente.

Em um cenário de treinamento baseado em simulação, os alunos podem desenvolver habilidades não técnicas essenciais (isto é, gerenciamento de emoções, aptidão para tomada de decisão, consciência situacional) executando tarefas orientadas para a equipe da mesma forma que faria em uma situação da vida real. Mais do que apenas conversar sobre as etapas ou ler sobre um processo em um livro, o treinamento prático incentiva a solidificação dos principais comportamentos. Quando aprimorado com um debriefing, o resultado é ainda mais profundo.

Implementando o modelo OAC para uma cultura de segurança do paciente

Atingir a melhoria contínua da qualidade na área de saúde exige dedicação dos profissionais, bem como do próprio sistema de saúde. Aqui estão apenas alguns elementos-chave que as organizações de alta confiabilidade (OAC) bem-sucedidas têm em comum. Essas atitudes podem ser adaptadas às situações específicas da saúde como um meio de promover uma cultura de segurança do paciente.

  • A segurança é uma prioridade ao mais alto nível – o dia todo, todos os dias
  • Fracassos são oportunidades para aprender e obter insights sobre fraquezas sistêmicas
  • Qualidade no desempenho é uma meta compartilhada em toda a organização
  • Confiabilidade e responsabilidade são incentivadas por meio de comunicação aberta
  • A melhoria do processo é constante

“… o treinamento (quando realizado com simulação) também oferece oportunidades para a prática de habilidades relacionadas à tarefa e à equipe em um ambiente “sem consequências”, onde erros são realmente oportunidades de aprendizado e os profissionais recebem feedback construtivo, focado na melhoria e não no julgamento”… 1

Quais ferramentas você está usando para garantir a segurança do paciente? Conte sempre com a experiência e apoio da Civiam em soluções de simulação.

1- Salas E, DiazGranados D, Weaver SJ, King H. Does team training work? Principles for health care.  Acad Emerg Med 2008;11:1002–9.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *