Mais possibilidades no processo ensino-aprendizagem de alunos de Radiologia – entrevista com Ana Paula Azevedo, Docente Coordenadora do Curso Técnico em Radiologia do Senac Campinas

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Há alguns meses a unidade Campinas do Senac adquiriu um novo recurso para os alunos de seu Curso de Radiologia. O simulador Phantom PH-2B chegou lá como a primeira unidade a ser usada no país. “As aulas ficaram mais atrativas e dinâmicas, e o processo de ensino-aprendizagem está garantido, visto que a prática educacional proporciona ao aluno mais contato com a realidade”. Quem conta é Ana Paula Azevedo, Tecnóloga em Radiologia, Especialista em Tomografia Computadorizada e Ressonância Magnética, e Pedagoga. Ana Paula é Docente Coordenadora do Curso Técnico em Radiologia no Senac Campinas.

A diferença entre este Phantom e os modelos anteriores é que este é de corpo inteiro e possui os órgãos internos, além de estrutura óssea e outras possibilidades para diferentes aplicações na área educacional.

Simulador Phantom – Senac Campinas

Previamente à disponibilização do recurso, o treinamento era feito com Phantoms segmentados (tórax, abdômen, mão, pé, joelho, crânio, membro inferior). Mas, conforme Ana Paula nos explica, estes não têm articulações e não oferecem situações reais para o aluno. Portanto a diferença é bem significativa: “Os alunos têm apresentado maior eficiência no trabalho com um Phantom de corpo inteiro, pois ele apresenta todos os movimentos e algumas dificuldades de um paciente real. Com isso o processo de ensino-aprendizagem tem sido enriquecedor e os alunos têm mostrado satisfação no trabalho desempenhado com o Phantom.”.

A Radiologia é uma profissão chave na medicina diagnóstica, uma vez que o profissional que a exerce é responsável pela aquisição, processamento e manipulação de imagens de exames radiográficos de maneira a adquirir o máximo de precisão quanto a diagnósticos, e por fazê-lo com segurança; o que envolve o correto posicionamento do paciente, a  correta aplicação das normas de biossegurança e de proteção radiológica.

Que a tecnologia continue nos oferecendo cada vez mais possibilidades para a melhor qualidade de vida!

Nossos agradecimentos à Docente Ana Paula Azevedo por conversar conosco.

Até a próxima!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *