O menino Rafael e os recursos de Tecnologia Assistiva que ele usa para otimizar seu cotidiano

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Rafael é um garoto que de 18 anos que mora no Rio Grande do Sul. No texto abaixo, as profissionais Michelle Apellanis Borges, fonoaudióloga; e Aline Meirelles Marques, terapeuta ocupacional – contam um pouco mais sobre a história dele e sobre os recursos de tecnologia assistiva que Rafael tem usado para otimizar suas atividades e comunicação:

“Rafael Lima da Silva, 18 anos, é um garoto de São Jerônimo [RS] com Paralisia Cerebral que veio para Casa do Menino Jesus de Praga aos seis anos de idade. Antes de entrar na instituição, Rafael se comunicava com o olhar e as expressões faciais. Quando entrou na casa, iniciou atendimento terapêutico, utilizando pranchas de comunicação de baixo custo, passando para o GoTalk e logo sendo introduzido o computador. O menino frequenta o oitavo ano do ensino fundamental na Escola Municipal Deputado Marcírio Goulart Loureiro e o computador permite com que o menino acompanhe os conteúdos e tenha em arquivos todos seus cadernos de aula.

Atualmente comunica-se através de notebook com o software Boardmaker e utiliza o mouse Trackball em cadeira de rodas adaptada. Está em transição para a cadeira de rodas motorizada e em treinamento com Tobii C12.

Rafael tem seu time do coração, o Internacional, é apaixonado por futebol, circo e músicas.  Seu sonho é ser “DJ de Circo”. É muito carismático e comunicativo, apesar de suas dificuldades. Tem muitos amigos da escola e também por meio de redes sociais.

Em atendimento conjunto semanalmente, com fonoaudióloga e terapeuta ocupacional, está sendo adaptada a nova tecnologia de rastreamento ocular Tobii Dynavox para Rafael utilizar em sua cadeira. Ele está utilizando o touch + o rastreamento ocular e também o mouse Trackball acoplado no equipamento. Já no seu primeiro contato com o aparelho, o menino já o explorou adequadamente. Espera-se que o equipamento facilite sua comunicação, otimizando o tempo durante as atividades escolares.”

Nossos agradecimentos a Michelle e Aline, e toda a equipe da Casa do Menino. Até a próxima!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *