A idade materna avançada traz mais risco de situações obstétricas urgentes?

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Fonte: Blog CAE Healthcare
Simulador de paciente obstétrico Lucina

A idade materna avançada tem sido associada a incidências de situações obstétricas urgentes, levando a uma crescente necessidade de profissionais de saúde treinados em intervenções maternas.

Mais mulheres estão optando por adiar a maternidade. Na maioria das vezes, essas mães com 35 anos ou mais, sofrem gestações sem complicações. No entanto, as pesquisas médicas estão começando a correlacionar o crescimento de partos de emergência com a idade materna avançada das mães de primeira viagem.

Um estudo publicado numa edição do International Journal of Obstetrics and Gynecology concentrou-se em 169.583 gravidezes primíparas de baixo risco. Os resultados iniciais revelaram que mulheres com idade materna acima de 35 anos apresentaram taxas mais altas de cesarianas de emergência e procedimentos vaginais operatórios do que as mulheres que tiveram seu primeiro filho na faixa dos 20 anos.

As mães mais velhas experimentaram quase o dobro do número de intervenções maternas do que as colegas mais jovens.

Situações obstétricas urgentes em ascensão?

Entre o crescente número de complicações do parto e intervenções maternas avaliadas no estudo, o seguinte se mostrou significativo:

  • distocia do ombro
  • cesariana
  • uso peridural
  • sofrimento fetal
  • parto com fórceps
  • parto com extrator à vácuo

Eficácia do treinamento de maternidade baseado em simulação

As necessidades de saúde das gestantes estão mudando, especificamente entre as de idade materna avançada. Claramente, à medida que mais mulheres se tornam mães mais tarde na vida, é provável que as intervenções durante o parto e o nascimento aumentem – assim como a demanda por treinamento de habilidades apropriadas no gerenciamento de emergências obstétricas.

Assim, os profissionais de saúde devem considerar a utilidade do treinamento de maternidade baseado em simulação para melhorar os resultados dos pacientes.

Desde o nascimento pélvico e hemorragia pós-parto até a eclâmpsia e a distocia do ombro, o CAE Lucina oferece treinamento confiável e realista em uma ampla gama de manobras obstétricas urgentes.

Desenvolvido para médicos e equipes interprofissionais que gerenciam partos normais, bem como emergências de parto e obstetrícia, Lucina é o único simulador de parto com fisiologia materno-fetal validada para uma educação verdadeira.

Conheça mais sobre a Lucina e saiba como a simulação pode ajudar a garantir a segurança do paciente.

Posts Relacionados