A importância da simulação clínica na medicina neonatal

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
simulador neonatal CAE Luna

A medicina neonatal requer, cada vez mais, profissionais extremamente qualificados para lidar com os principais momentos das rotinas da especialidade, como o nascimento do bebê, a sua estadia no hospital e, então, garantir que o bebê tenha um retorno saudável após a alta hospitalar.

Por isso, para assegurar que o bebê esteja saudável após o parto, o médico neonatologista e a equipe de enfermagem obstétrica devem estar bem preparados para a avaliação correta da saúde do recém-nascido, como a análise dos testes iniciais que são essenciais. Em seguida, considerada Golden Hour, logo na primeira hora após o nascimento, é feito o primeiro contato entre mãe e bebê, estimulado para a criação de vínculos entre ambos, além de estabilizar os sinais vitais do recém-nascido.

Estabelecido o contato, o cordão umbilical é cortado em um prazo considerado adequado para permitir o fluxo sanguíneo para o bebê, outro ponto importante na prevenção de problemas relacionados à anemia. 

A equipe médica passa então a administrar os primeiros cuidados ao bebê, como checar seu peso, estatura, sinais vitais, administração de vitaminas para prevenção de hemorragias e de um colírio especial para a evitar a conjuntivite gonocócica.

Além disso, serão feitos todos testes laboratoriais entre 48h após a primeira mamada e o seu sétimo dia de vida para checar as suas condições de saúde, como teste do pezinho, identificação do tipo sanguíneo, o teste do coração, entre outros.

Vale ressaltar que aproximadamente 10% dos recém-nascidos precisam de cuidadO CAE Luna é exemplo de simulador pediátrico neonatal interativo e completamente wireless, que oferece uma variedade completa de opções para o treinamento essencial em cuidados e tratamentos médicos de um bebê em crise. Ele representa realisticamente um bebê desde o nascimento até 28 dias após o parto e foi desenvolvido em conformidade com todos os parâmetros da enfermagem neonatal para o treino de habilidades importantes, como o Programa de Reanimação Neonatal (NRP) e Suporte Avançado de Vida em Pediatria (PALS). É ideal para que os alunos e profissionais da saúde tenham a prática e proficiência na avaliação de recém-nascidos, além do conhecimento da a

Vale ressaltar que aproximadamente 10% dos recém-nascidos precisam de cuidados especiais após o nascimento em decorrência de prematuridade, problemas de transição entre a vida fetal e a de recém-nascido, baixos níveis de glicose no sangue, dificuldade em respirar, infecções, entre outras tantas alterações que podem ocorrer. Os cuidados especializados costumam ser administrados em uma unidade de terapia intensiva neonatal (UTIN) e requer capacitação dos profissionais em reanimação neonatal, intubação endotraqueal, entre outros. 

A simulação clínica é uma excelente ferramenta de ensino e capacitação de alunos e profissionais da saúde, uma vez que traz para as salas de aula o treino prático por meio dos simuladores, mas de forma segura, nos quais são treinadas as habilidades aliadas às tomadas de decisões assertivas e urgentes no atendimento ao recém-nascido, principalmente relacionadas ao nascimento e em cenários clínicos críticos, que mais comumente ocorrem na UTI Neonatal. Dessa forma, os estudantes e profissionais estarão melhor preparados para enfrentar as situações reais em prontos atendimentos pediátricos neonatais, onde a pressão do tempo é fator determinante para o sucesso do atendimento.

 

O CAE Luna é exemplo de simulador pediátrico neonatal interativo e completamente wireless, que oferece uma variedade completa de opções para o treinamento essencial em cuidados e tratamentos médicos de um bebê em crise. Ele representa realisticamente um bebê desde o nascimento até 28 dias após o parto e foi desenvolvido em conformidade com todos os parâmetros da enfermagem neonatal para o treino de habilidades importantes, como o Programa de Reanimação Neonatal (NRP) e Suporte Avançado de Vida em Pediatria (PALS). É ideal para que os alunos e profissionais da saúde tenham a prática e proficiência na avaliação de recém-nascidos, além do conhecimento da aplicação dos demais procedimentos em situações emergenciais.

O recém-nascido para cuidados e práticas diversas com pele realista é um manequim bebê ideal para o treinamento e orientação de cuidados de recém-nascidos. Feito de borracha de silicone, tem a aparência e textura de pele, peso e aparência realista dando uma sensação extremamente próxima da de um bebê de verdade. É ideal para a prática de banho, monitoramento e medição de corpo inteiro, troca de fraldas, sucção, cuidados umbilicais, medição de temperatura retal e exercícios físicos simples para bebês.

Outra ferramenta importante para a prática de estudantes é este manequim bebê para medidas de reanimação, um sistema completo de treinamento em ressuscitação projetado para ensinar técnicas de salvar vidas de bebês e Suporte Avançado de Vida em Pediatria (PALS), enfermagem, hospital, paramédico e treinamento (EMT) em todos os níveis. O realismo tátil e visual se combinam para fornecer aos alunos o treinamento mais realista possível.

Outra questão importante é que um bebês em cada mil apresenta displasia do desenvolvimento do quadril (DDQ). Por isso, os profissionais da saúde precisam estar bem preparados para lidar com situações como essa de deslocamento do quadril. O manequim bebê para Exame de Quadril foi projetado para atender aos requisitos específicos de treinamento que permitem diagnosticar de forma correta o quadro de DDQ. Vem com dois módulos de perna intercambiáveis para que os alunos identifiquem as diferenças entre patologias de quadril normais e anormais. É possível ainda treinar o teste de Ortolani e a Manobra de Barlow.

Vale lembrar que aproximadamente 1 em cada 8 recém nascidos são prematuros e o nascimento de um bebê de peso extremamente baixo (abaixo de 1Kg) representa uma emergência médica que requer técnicas e equipamentos especializados. Exatamente por isso, os profissionais de saúde precisam treinar suas competências para atender possíveis situações emergenciais como a de bebês prematuros. O manequim bebê prematuro 25 semanas simula um recém-nascido realista, proporcionando a oportunidade de treinamento de técnicas de cuidado e manuseio de bebês que necessitam de múltiplas intervenções médicas.

Há ainda este outro bebê prematuro de aproximadamente 30 semanas, com aparência e sensação no toque extremamente realistas devido ao material siliconizado especial com o qual é confeccionado. Este modelo é indicado para o treino em incubadora, nutrição via sonda, entre outras habilidades.

Além disso, os centros de simulação têm se mostrado eficientes também no treino comportamental na relação entre profissionais de saúde e pacientes, profissionais e colegas, alinhamento de equipes, entre outros.

Para saber mais sobre os nossos simuladores, acesse: https://simulacaomedica.civiam.com.br/

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *